São ternas lembranças que tenho da infância das minhas filhas!!! Recordo que uma delas me perguntou onde está Deus. Eu lhe respondi: Deus está em tudo o que tem vida!!! Então veio esta pergunta tão inocente, porém tão verdadeira! Mamãe então Deus está na formiguinha?

Assim seguiu o passeio em meio à natureza e elas apontavam cada flor, cada bichinho que viam e manifestavam que ali também estava Deus, quando uma delas perguntou se os balanços da pracinha também tinham sido feitos por Deus. Mais uma resposta: Sim!! Porque foi Deus que deu a inteligência para o homem construir o balanço e tudo o que existe de material também! Então a conversa girou sobre o que viam e recordavam; e vinha a mesma manifestação – isto foi feito por Deus, né mamãe?

Nesta nostalgia, pensei no conceito que passei às filhas, sem esquecer de onde havia aprendido. Com o estudo de Logosofia. Este conceito foi se ampliando na medida que eu compreendia a grandiosidade da Criação, pois quando conheço a Obra, por consequência, acabo conhecendo o Artista! Aprendi a observar a Natureza e suas valiosas lições. Encontrei um Deus mais amplo e muito mais próximo. O encontrei no meu interno. Sim, em mim mesma, pois na medida que eu ia me esforçando para me conhecer e melhorar meu ser, eu ia percebendo que eu também era uma Obra de Deus, mas com muitos pontos a melhorar, devido a ignorância que me mantinha muito limitada.

Aprendi a observar a Natureza e suas valiosas lições. Encontrei um Deus mais amplo e muito mais próximo.

Sentia a presença de Deus nas correções que a vida me fazia, pois tudo o que existe é regulado pelas Suas Leis Universais. Observei que na medida que eu ia ampliando meus conhecimentos, eu infringia menos as citadas Leis, e ia conseguindo diminuir minhas deficiências e ignorância, me aproximando e me assemelhando, cada vez mais, pelo conhecimento, ao meu Criador.

O seguinte ensinamento muitas vezes norteou minha conduta, no esforço por melhorar meu ser: “Aproxime-se pois, de Deus pelo conhecimento. Só por esse meio poderá conseguir essa aproximação e descobrir, em suas próprias Leis, o porquê dos processos que têm lugar na Criação. O conhecimento dessas Leis possibilita ao homem ultrapassar suas limitações e encontrar as chaves de sua própria existência.” Bases para sua Conduta, pág. 20

Tenho consciência que é um processo longo e eterno, o do aperfeiçoamento, e na medida que me observo, mais me esforço em melhorar meu ser e me capacitar para colaborar com a humanidade. Estou a cada dia compreendendo um pouco mais que somente pelo conhecimento posso chegar a conhecer a Deus e voltar à forma original de ser humano, aquela que Ele deu vida, alcançando assim, uma existência sem limitações.

Hoje enxergo Deus no nascer e pôr do sol; no mar; no céu; nas estrelas, enfim, em toda a sua maravilhosa Criação! Para mim está sendo a melhor experiência neste ciclo de vida, pois a cada dia me sinto muito mais próxima de Deus.

Você também pode gostar de: