Numa entrevista com Thiago Esch, Judith Fogel descreve como, vivendo um momento de adversidade no isolamento, descobre outra liberdade, a interna. Apresenta como utiliza os recursos oferecidos pela Ciência Logosófica, para conquistá-la e usufruir da mesma, sentindo a felicidade de superar a si mesma e a própria adversidade.