artigos


Aproveite para tomar contato com os artigos de Carlos Bernardo González Pecotche, criador da Logosofia.

Os demais artigos foram extraídos de trabalhos realizados por logósofos, com resultados alcançados na prática dos conhecimentos oferecidos por essa ciência.

Os artigos poderão ser reproduzidos livremente desde que sejam mencionados o nome da Fundação Logosófica, o site www.logosofia.org.br e o nome de seus autores.

Sobre a imortalidade

Muitos seres que passaram pelo mundo continuam vivendo na mente e no coração de seus semelhantes, mesmo que tenham transcorrido muitas gerações, pois permanecem vívidos no pensamento dos homens que os recordam e até sentem sua presença quando os recordam com maior intensidade.

Eis aí demonstrado como cada um pode conservar a vida no sentir dos outros e até na identificação de todas as coisas com as quais atuou, imantando-as com esforços e heróicos sacrifícios para deixar à humanidade uma obra de bem, construtiva e generosa, que, recebida pelas almas com gratidão e emoção, se perpetuará no espírito de todos.

Essa é em realidade a vida que se faz imortal, a que, tomando um dia a forma humana, se expande pelo mundo e se agiganta, de sorte que seu nome e sua figura se tornam conhecidos e familiares às multidões que povoam a Terra.

Tomem-se estes fatos para que se compreenda tudo quanto o homem pode realizar no curso de sua vida, se o quer sinceramente e a isso se dispõe, concentrando todas as suas energias e encaminhando-as com inteligência, perseverança e nobres intenções para determinada direção, e prontamente se chegará ao convencimento de que nada está vedado ao entendimento nem às possibilidades do ser.

Para levar a cabo uma empresa, requer-se indispensavelmente uma preparação o mais ampla possível; tão ampla que possa assegurar, se não todo, pelo menos uma parte do êxito em sua execução. As grandes obras, como também as pequenas, demandam muita abnegação, um grande espírito de sacrifício e um profundo conhecimento da psicologia humana e das coisas que irão servir de elementos necessários à realização delas. Deve unir-se a isso uma grande paciência, a fim de se poder vencer muitas dificuldades que surgirão, provocadas pela resistência mental, psicológica e volitiva dos seres que, alheios à imagem principal do complexo desenvolvimento que implica a materialização do Pensamento-Mãe da obra, optam por se opor a ela, criticá-la em tudo quanto lhes é possível, mesmo que acabam se convencendo de sua sólida consistência e sua realidade inobjetável.

O homem que segue esta linha impecável de conduta até conquistar os lauréis do saber, 

torna-se credor do melhor dos conceitos

 

e sua vida, como seu nome, irá perpetuando-se através do tempo, tal como acontece com o pai de família que sabe educar o filho com retidão, fazendo de seu lar um exemplo de amor e felicidade e, mais ainda, estendendo sua influência benfazeja a tudo quanto se vincule a esse lar.

O maior tributo que o ser humano pode oferecer a Deus é sua própria realização, fruto do esforço, sacrifícios e obediência a seus altos preceitos, cumprindo assim Sua Vontade no aperfeiçoamento de suas faculdades, até alcançar a ser como Ele quis, quando o concebeu à Sua Imagem e Semelhança. 

Texto extraído do Livro Introdução ao Conhecimento Logosófico, pág. 21
Cadastra-se Projeto Cultural